18/07/13

O amor na portela

Adoro aeroportos.

Adoro as partidas, mas acho que ainda gosto mais das chegadas. Não pelo efeito que têm (porque por mim partia para um sitio diferente a cada semana), mas pelos sorrisos que me arranca de cada vez que por lá passo. 

Pode parecer cliché, mas é verdade. É dos sítios mais sinceros que conheço. Pais que recebem filhos emigrados (e o contrário), casais que se reencontram, pais ou mães que voltam a ver os seus filhotes ainda bem pequeninos, amigos que se reveem, famílias inteiras que se juntam para receber alguém mesmo sem ser um casamento ou um funeral. São carradas de amor e sinceridade reunidos num só e mesmo sítio com uma intensidade que dura segundos, mas que consegue ser mais forte que muitos dias!

Parece que é o único sítio em que a felicidade dos outros nos consegue fazer tão feliz como a nossa.


Que é que querem? O aeroporto da Portela tem a capacidade de libertar a lamechas que há em mim! E de que maneira, caraças! 

8 comentários:

  1. São os reencontros, às vezes muito emocionantes!!!

    ResponderEliminar
  2. Eu nunca passei por essa situação de reencontro mas deve ser um maravilhosa sensação! Adorei o teu blog e vou seguir. Se quiseres podes passar pelo meu e dar a tua opinião.

    Bjs,
    http://avidademoi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Passo sim :) agora mesmo!!

      Muito obrigada :) beijinhoo

      Eliminar
  3. Nunca tinha pensado tanto nisso... Mas realmente também sempre adorei ir ao aeroporto buscar os meus pais :) ficava mesmo triste quando nao podia ir.
    Mas no meu caso, o efeito é provocado pelo aeroporto Francisco Sá Carneiro!:)

    ResponderEliminar